Os desafios dos profissionais que atuam na Gestão das Finanças Públicas do Estado

HomeArtigos

Os desafios dos profissionais que atuam na Gestão das Finanças Públicas do Estado

Vivemos uma época de profundas transformações e evolução tecnológica, na qual a inovação e otimização dos processos digitais impõe mudanças e adaptações a todas as profissões. Na área da gestão pública não é diferente!

Isso fica ainda mais evidente no momento em que estamos buscando a retomada do crescimento econômico comprometido com a inclusão e a sustentabilidade, o que exige profundos ajustes na gestão das finanças públicas. O objetivo, neste caso, é estabelecer um ambiente que seja confiável aos investidores e que viabilize a implementação adequada de políticas públicas que vão ao encontro das necessidades da população e, ao mesmo tempo, garantam o desenvolvimento responsável e pleno do Estado. É importante ressaltar que a conquista e a manutenção do equilíbrio fiscal e do controle da dívida pública são condições fundamentais para que o Estado seja capaz de implementar essas políticas públicas.

Nesse contexto, os profissionais que atuam na gestão das finanças públicas são fundamentais para conquistar bons resultados no enfrentamento tanto dos desafios atuais quanto daqueles que ainda virão. Eles precisam, sim, viabilizar o cumprimento das obrigações fiscais – e o fazem por meio de auditorias, diagnósticos e análises de contas consolidadas, por exemplo. Por meio da prática eficiente de suas atribuições, conseguem evidenciar riscos, propor alternativas e fornecer subsídios técnicos para qualificar as discussões e decisões dos gestores.

E aqui em Santa Catarina esse trabalho tem dado resultados muito positivos. Somos considerados um dos melhores estados para se investir, ocupamos o segundo lugar na avaliação do Tesouro Nacional no que diz respeito à qualidade da informação contábil e fiscal, e temos o “nome limpo”, status conquistado a partir da avaliação de informações relacionadas a três indicadores: endividamento, poupança corrente e índice de liquidez. Não é pouca coisa!

Mas afinal, o que é gestão de finanças públicas?

Gerir as finanças públicas demanda o uso das mais modernas práticas de Contabilidade Pública, e justamente por isso cada vez mais essa função dependerá do uso de informações e de seu sistemático processamento.

Partindo dessa definição, vale destacar as atividades realizadas pelos nossos filiados, que compõem o corpo técnico da Secretaria da Fazenda do Estado de Santa Catarina. Somos profissionais especializados e comprometidos com as ações de Contabilidade Pública, Orçamento e Administração Financeira.

E nesta semana em que se comemora o Dia do Contador, fazemos questão de ressaltar a atuação de todos os profissionais que atuam com a ciência contábil – em especial aos cerca de 100 contadores que integram o Sincofaz -, uma prática essencial ao desenvolvimento do País, e de nosso Estado.

 

Sandro Medeiros Alves

Presidente do Sincofaz

 

COMMENTS